Cel: (11) 97120-9328 | (11) 95960-7399 whatsapp spcondo@spcondo.com.br

Atualmente, o Airbnb (aplicativo de aluguel por temporada) tem um valor de mercado maior que como gigantes redes de hotéis, mesmo sem possuir um único imóvel em seu nome.

Esse serviço é reconhecido por locações de curtíssima duração, antes usado mais em residências de campo, praia ou presente de férias, agora ganhou grandes proporções em ambientes urbanos.

Há favoráveis ​​e contrários a liberação desse formato de locação em condomínios, visto que envolve segurança, patrimônio, sossego e afins.

Algumas leis são usadas como argumento em ambos os lados, como desvio de adequado, hospedagem de turismo, lei de locações, direito de propriedade, entre outras.

“O Airbnb é uma realidade e devemos adequar nossos condomínios, respeitando o direito de propriedade de cada um na realização de locações de curto ou longo período. Compete ao condomínio regulamentar normas direcionadas aos proprietários deste tipo de locação, realizando o cadastro de pessoas comuns que cumprir integralmente as normas condominiais, uma vez que a penalização por qualquer descumprimento regimental ou dano obrigatório será de responsabilidade do proprietário.  Geovani Karpstein Bazella

Diante do contexto que vivemos, com o avanço acelerado de tecnologia, internet e modelo de negócios, algumas adaptações inevitavelmente se tornam necessárias. Aplicativos como o Airbnb já são, e entrarão mais cedo ou mais tarde nos condomínios urbanos, é válido mediante aprovação da assembleia geral, votar sobre o tema. Caso haja viabilidade para alteração da convenção é justo.

Atendimento via Chat
Enviar via WhatsApp